Approves Viaja: Bráz Pizzaria e seus sabores impressionantes | Aline Approves

Approves Viaja: Bráz Pizzaria e seus sabores impressionantes

Oi gente! 😀

Como todos sabem, o foco do Approves é divulgar os lugares bacanas que encontro no Espírito Santo, mas isso não me impede de deixar umas dicas quando eu viajar, né? Só acrescenta!

Então pensei: se eu for em algum lugar fora do ES e gostar, vou contar aos meus leitores. E cá estou eu, iniciando uma nova categoria: o Approves Viaja!

E nada melhor do que estrear com uma Pizzaria, né? Todo mundo ama, todos adoram uma pizza! Hoje conto pra vocês minha experiência na Bráz Pizzaria.

Final do ano passado eu estive no Rio de Janeiro e fiquei doida querendo ir em todos os restaurantes possíveis, um por dia! Mas calmaê, fera. Respirei fundo e me foram propostas algumas opções. Uma delas foi a Bráz, com a promessa de uma pizza sensacional, massa gostosa e tudo mais.

image (3)

As palavras que regem a pizzaria são qualidade e tradição. O local tem a proposta de relembrar as antigas cantinas do bairro do Brás, o berço da imigração italiana em São Paulo. Desde os azulejos brancos na parede até as roupas dos garçons. Tudo inspirado no bairro.

image (2)

image (4)

Os ingredientes são selecionados criteriosamente: os tomates pelados são importados da Itália, a receita da massa é tradicional de lá também e tudo é feito num forno a lenha que chega a 450 graus. Incrível!

Escolhemos a da Barra da Tijuca para ir (são seis unidades, duas delas no Rio de Janeiro). Chegamos lá e estava LOTADO. Muita gente esperando na calçada, teve distribuição de senha e tudo mais. Mas estávamos mortos, de fome e de curiosidade! Resolvemos esperar, até porque sair dali e procurar outro lugar pela redondeza ia demorar mais tempo, mais procura de vaga para o carro e mais espera. Dei uma olhada dentro da casa e as mesas não eram, em sua maioria, de casais ou de quatro pessoas, por exemplo. Grande parte era composta por mesas de OITO, DEZ PESSOAS! Pensei “Meu Deus, não vou sair daqui hoje”.

Depois de uns 15 minutos, vagou uma mesa na entrada, onde eles tem um espaço tipo para happy hour, que você pode pedir umas entradinhas, como um pão famoso deles de calabresa, chopps ou drinks.

image (7)

image

O chopp vem bem geladinho e rápido. Estava bastante cheio também, mas lembrava muito um barzinho mesmo, com mesas altas e gente em pé, tomando drinks e conversando.

Enquanto isso, a quantidade de gente lá fora só aumentava. Ainda faltavam bons números para nos chamarem e, para ajudar, não víamos muita gente indo embora. Por um milagre divino, algumas pessoas desistiram na fila de ficar e logo vagaram umas mesas, tipo uns 30 minutos depois de sentarmos no barzinho. Meu estômago deu pulos de alegria!

Assim que pegamos nossa mesa, já fomos escolhendo os sabores que queríamos da pizza. Foi difícil, são cerca de 35 sabores maravilhosos e ainda tem a opção da pizza da estação, que é um sabor feito sazonalmente pelo pizzaiolo e criada exclusivamente para o cliente. São divididas em três categorias: Da Cantina (inspiradas em clássicos molhos de massas), Tradicionais e Especiais da Bráz.

Os sabores escolhidos foram Carbonara, Calabresa Speciale (pedimos sem cebola) e Portuguesa.

image (12)

image (6)

Indescritível a massa dessa pizza. Bordas crocantes e hiper macia. Uma explosão de sabores e temperos também. A minha preferida foi a carbonara, que tinha muçarela, pancetta, ovos e queijos grana padano e pecorino ralados. A de calabresa estava incrível, combinação perfeita com a erva-doce que temperava a calabresa artesanal.

Vale dizer que a pizza não demora (o forno deve ser enorme!) e elas não ficam na sua mesa. Você escolhe o sabor que quer, o garçom serve todo mundo e o seu pedido fica em uma mesa encostada na lateral do restaurante, numerada, pra não ficar ocupando espaço. Caso queira mais, surge um garçom rapidamente com seu pedido para te servir novamente. São muitos garçons!

Comemos tanto que, infelizmente, nem teve sobremesa. Mas as opções são: pannacota, tiramisù, pudim (de leite e brigadeiro) e petit gateau. Todas com caras maravilhosas!

Mais fotos do local. Olha como estava cheio:

image (14)

image (15)

 

O preço não é tão barato não. Uma pizza grande (que serviu muuuuuito bem nós quatro, acho que tinha uns 8, 10 pedaços) varia de R$ 53 (a de muçarela) a R$ 72. A média estava de R$ 47 a R$ 64. O chopp de 160ml estava R$ 5,30.

Olha o cardápio aí:

Pra ver mais detalhes de onde ficam as casas, todo o cardápio (esqueci de tirar o de sobremesa, sorry rs), fotos, informações sobre a história da pizzaria e funcionamento, o site é esse aqui. Também tem o facebook e o instagram.

 

Espero que tenham gostado. Logo tem mais post gostoso do #approvesviaja!

E viva a pizza! 😀