Degustação de Vinhos Portugueses no Bendito Bistrô. Saiba como foi! | Aline Approves

Degustação de Vinhos Portugueses no Bendito Bistrô. Saiba como foi!

Ceviche de Peixe Branco com Batata Doce Grelhada_Foto: Ari Oliveira

Essa semana fui convidada pela ViniBrasil e GlobalWines Portugal para uma apresentação com degustação da linha de vinhos portugueses da marca.

Topei na hora, né? Nem pensei! Hahahahaa

Ainda mais que seria harmonizado com os maravilhosos pratos da Chef Mônica Pimentel, do Bendito Bistrô. Pra quem não sabe, o Bendito é um restaurante capixaba que, recentemente, mudou de local e agora está ao lado do Shopping Day by Day, na Praia do Canto. O lugar está lindo, hiper aconchegante, com luz ambiente e varanda bem decorada com música ao vivo. Tá muito bacana, um verdadeiro ganho para a gastronomia capixaba!

Hoje vim mostrar pra vocês o que experimentei por lá, inclusive os vinhos.

A GlobalWines é um grupo que possui cinco das mais importantes regiões vitivinícolas de Portugal. Hoje a GlobalWines detém 100% da ViniBrasil, que são os vinhos e espumantes Rio Sol, que mantém seus vinhedos na região de Petrolina, no sertão nordestino.

Na degustação, o João Santos, diretor comercial da Rio Sol, e Gilson Pimentel, representante da marca no ES, direcionaram toda a harmonização para 15 convidados. Fiquei muito feliz de ter sido chamada!

Foram 6 pratos (4 entradas, 1 prato principal e 1 sobremesa) e 6 vinhos, que foram combinados com cada refeição apresentada e montada pela Mônica, do Bendito Bistrô.

Trio de Antepasto com cesta de Pães

Foram 3 tipos de antepastos (beringela, tomate seco e alho) acompanhados de uma cesta de pães quentinhos e orgânicos. Isso mesmo! O pão estava bem macio e os antepastos maravilhosos, todos bem temperados e em boa quantidade. Meu preferido foi o de tomate seco, que é a pastinha do meio.

Trio de Antepastos com cesta de Pães - Foto: Ari Oliveira

Trio de Antepastos com cesta de Pães – Foto: Ari Oliveira.

Para harmonização, o escolhido foi o Rio Sol Rosé Brut, que é feito com a uva Syrah, considerada uma das mais antigas variedades de uvas existentes, talvez a mais antiga. Confesso que foi meu preferido da noite. Achei ele refrescante, equilibrado e um pouco cítrico, não tanto como os bruts costumam ser. É muito fácil de beber (perigo rs)! A indicação é tomar ele com peixes, saladas ou pratos da gastronomia mediterrânea.

Rio Sol Rosé Brut

Rio Sol Rosé Brut – Foto: minha, do cel mesmo. Deu pra perceber, né? rs

Ceviche de Peixe Branco com Batata Doce grelhada

Um dos meus pratos preferidos executados pela Mônica e sua galera da cozinha, com louvor. Adorei o cítrico do ceviche, na dose certa, e o apimentado do prato era aliviado com a batata doce, que veio grelhada. Combinação sem erro e ultra refrescante!

Ceviche de Peixe Branco com Batata Doce grelhada. Foto: Ari Oliveira

Ceviche de Peixe Branco com Batata Doce grelhada. Foto: Ari Oliveira.

Apetitoso, né? Para acompanhá-lo, a indicação foi do Espumante Premium Brut, que é branco e um pouco mais forte que o anterior, mais marcante. São três uvas nesse: Arinto, Viognier e Touriga Nacional. A indicação é para/como aperitivo e iguarias. Eu achei bem bacana com o ceviche porque ele é mais encorpadinho e dá aquela aliviada na pimentinha da entrada. Bem gostoso!

Espumante Premium Brut - Rio Sol - Foto: Ari Oliveira.

Espumante Premium Brut – Rio Sol – Foto: Ari Oliveira.

Outro espumante que tomamos foi o Rio Sol Espumante Brut Branco, que também é muito bom e encorpado, com boa acidez e mais sequinho, porém equilibrado. É ótimo pra entradas, saladas, carnes brancas grelhadas e queijos leves. Adorei esse também, meu segundo favorito! Ah! Ele ganhou a medalha de prata no Concurso Internacional de Vinhos do Brasil 2009. Finos! rs

Rio Sol Espumante Brut Branco

Rio Sol Espumante Brut Branco – Foto: Ari Oliveira.

Sopa de Cebola ao estilo francês gratinada com Queijo Gruyère

A sopa de cebola estava bem grossinha e temperada, e na torradinha com o quejo gruyère ficou divino. Foi só uma degustação, mas a vontade era de comer mais!

Sopa de Cebola ao estilo francês gratinada com Queijo Gruyere

Sopa de Cebola ao estilo francês gratinada com Queijo Gruyère – Foto: Ari Oliveira.

Saimos dos espumantes e a brincadeira começou a ficar séria! rs O primeiro foi o Grilos Branco, Doc Dão 2015. Confesso que tenho um pouco de preconceito com vinho branco, mas esse me ajudou um pouco a superar! rs Gostei muito, achei leve, fresco, pouco ácido, suave e saboroso. Muuuuito bom!

Grilos Branco - Foto: Ari Oliveira.

Grilos Branco, Doc Dão 2015 – Foto: Ari Oliveira.

Kafta no espeto com molho de Iogurte

Pensa numa kafta quentinha, bem macia, combinada com um molho de iogurte bem temperado e um pouco geladinho. Pensou? Tipo isso. O choque de temperatura brincou muito no paladar e ficou muito legal, fora a combinação, saborosíssima e apetitosa! Uma das melhores entradas, para mim!

Kafta no espeto com molho de Iogurte

Kafta no espeto com molho de Iogurte – Foto: Ari Oliveira.

Para harmonizar com esse, fomos no Q do E, feito com uva Touriga Nacional, uma nobre uva portuguesa. Conhecida como rainha das uvas de Portugal, a touriga nacional compõe o Q do E, que tem uma pegada mais marcante na boca. Achei ele mais forte do que estou acostumada a tomar, mas muito bom!

Q do E Touriga Nacional

Q do E, Touriga Nacional – Foto: Ari Oliveira.

Nhoque de Baroa ao molho Pomodoro com Escalope de Filé

Concentra a sua atenção aqui, nesse prato principal. Eu já estava virando os olhos de tão satisfeita com todas as entradas incríveis, mas o prato estava tão cheiroso, tão bonito…que não resisti! Olha, que prato indecente de bom e de composição simples, bem comfort food. A massa desmanchava na boca, o molho pomodoro caseiro com temperos ótimos na dose certa, tudo incrível! Aí reparei no Escalope de Filé, alto, suculento, aquela cor bonita, cheiroso! Gente…o ponto, perfeito! Muito amor! <3

Nhoque de Baroa ao molho Pomodoro com Escalope de Filé

Nhoque de Baroa ao molho Pomodoro com Escalope de Filé – Foto: Ari Oliveira.

Babando aqui só de ver essa foto. Querendo pedir bis! rs

O vinho escolhido para a harmonização foi o Cabriz colheita selecionada Doc Dão e o Cabriz reserva Doc Dão. O colheita selecionada é feito com as uvas Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e foi escolhido o Sabor do Ano 2016, ocupando o 46º lugar da lista anual dos 100 melhores vinhos da revista Wine Spectator e levou a Medalha de Bronze na International Wine&Spirits Competition 2015. Premiado e deu para sentir o porquê. O vinho é muito marcante, muito gostoso, daqueles que você termina de beber e o sabor ainda continua na boca, de uma forma boa!

Cabriz colheita selecionada Doc Dão

Cabriz colheita selecionada, Doc Dão – Foto: Ari Oliveira.

Cabriz reserva Doc Dão é de 2012 e, por ser reserva, tem um tempo maior de trabalho e é uma bebida mais diferenciada. Achei esse mais encorpado e forte, mais concentrado, sabe? Deixa ele um pouco mais amargo, o que não sou muito fã, porque sou fraca pra vinho e iniciante! rs Vale aprender a tomar porque é bom, mas eu tomei só um pouquinho rs To aprendendo!

Cabriz reserva Doc Dão é de 2012

Cabriz reserva Doc Dão (2012) – Foto: minha, deu pra perceber (de novo), né? rs

Cocada Quente com Sorvete de Tapioca

Aí, pra fechar com chave de ouro, chega essa sobremesa babadeira. Gente, adoro esse choque de temperatura! Vocês sabem disso! rs A cocada estava quente, não estava tão doce e o sorvete de tapioca muito cremoso. Simples e gostoso, demais! Mônica já tinha me dobrado no ceviche, mas essa sobremesa me fez pirar! rs

Cocada Quente com Sorvete de Tapioca

Cocada Quente com Sorvete de Tapioca – Foto: Ari Oliveira.

Se saí satisfeita? Demais!

Vale dizer que todos esses vinhos você encontra em locais como Perim, Carone, Zanatta, DOC…de supermercado a vinícola e todos com preços bem bacanas, que é o posicionamento da marca.

Se for pra dar uma indicação final, o indispensável aqui é o Rio Sol Brut Rosé, o Grilos (branco) e o Colheita Selecionada, Cabriz. 😉

Queria agradecer ao Ari Oliveira, puta fotógrafo que arrasou nas fotos e parceiro aqui do blog. Gente, o local Estava mais escuro, então Ari se virou de uma forma muito sagaz e me mandou as fotos para mostrar a vocês, porque as minhas de celular ficaram terríveis! E à Mônica Zorzanelli, que agiu como produtora das fotos! Rs

Bem, espero que tenham gostado, das dicas de vinhos, da comida, de tudo! Se não conhecem o Bendito Bistrô ainda, tá esperando o que?

Se você já experimentou algum desses vinhos aqui, coloca nos comentários o que você achou! Vou adorar saber! Até com outras dicas! rs

Beijos, galera 🙂

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *